Freebie: Cartaz da Semana!

 
 
 
 

Pois é, depois de muito tempo consegui buscar inspiração para fazer um novo cartaz! Esse é para imprimir e fazer quarto para colocar em casa, no trabalho e aonde mais der! Reflexões de boteco!

MIOJO_Cartaz

 

Donwload em PDF

119
Gostar

Modernizando: Um email para o você do futuro.

 
 
 

O site FutureMe.org permite com que você envie um e-mail para você mesmo no futuro. Antigamente, a brincadeira era enviar uma carta escrita à mão mesmo, mas vamos usar a tecnologia à nosso favor e sermos sustentáveis, não é mesmo?

Você entra no site, escreve o e-mail que quer que seja entregue para você no futuro, e ele se encarrega de entregar na data e hora que você pedir.  Você escolhe exatamente o horário, dia, mês e ano que você quer receber o e-mail, podendo ser em qualquer momento do futuro: daqui 1 semana, 5 meses, ou 10 anos.

A única coisa complexa desse recurso é você garantir que daqui 10 anos, você ainda vai ter acesso ao endereço de e-mail que você colocar no site.

Nesse site você também consegue ler as cartas de pessoas que optaram por colocá-las como públicas, para inspiração.

caminho_futuro

De qualquer maneira, selecionei abaixo alguns itens que considero importantes para você escrever para o seu eu futuro:

  1. Seus sonhos: Inclua na sua carta quais são os seus sonhos do momento. É um ótimo exercício de reflexão você analisar no seu futuro se algum sonho foi realizado, e relembrar como você sonhava com coisas completamente diferentes, ou não, do que seu eu do passado.
  2. Suas expectativas com você mesmo ou com os outros: Imagine que hoje você recebe uma carta de você mesmo falando que a coisa que você mais esperava de você mesmo era não ter mais espinhas! Não seria engraçado? Seja criativo. Coloque coisas que você espera de você mesmo e dos outros, sem amarras. “Eu espero que meu cachorro ainda esteja vivo, e que minha mãe finalmente tenha terminado de fazer aquele cachecol que ela já começou há uns dois anos”, são bons exemplos!
  3. Suas principais metas de vida: Neste item, minha sugestão é de você listar não as coisas que você espera de si mesmo, mas sim que você pretende que aconteçam na sua vida para você se tornar a pessoa que deseja ser no futuro. Fazer algum exercício regularmente, largar velhos hábitos ou vícios não saudáveis, ter um casa própria, ter lido mais de 500 livros, ter escrito um livro, ter conhecido outro continente. Aí vai de você saber como você quer ser, e quais as metas para te fazerem chegar nesse objetivo!

Minha sugestão é escrevermos 3 emails para nós do futuro: O primeiro com o prazo de ser entregue daqui 1 ano, o segundo para daqui a 5 anos, e o último com data de entrega para daqui 10 anos. Em cada um deles, colocarmos nossas metas e expectativas de curto, médio e longo prazo que temos para nós mesmos. Isso também serve como um belo exercício de auto-conhecimento para o nós de hoje, garanto que você vai se pegar pensando em coisas que nunca pensou antes redigindo estes emails!

Espero que vocês tenham gostado dessa sugestão, e que vocês realmente mandem o email para vocês mesmos, eu super recomendo!

 

40
Gostar

Os 12 maiores segredos esquecidos pela humanidade

 
 
 
 

Uma das coisas negativas mais praticadas pelo homem moderno é o esquecimento. Individual, coletivo, histórico, ou culturalmente, estamos fadados a esquecer.

segredo3

Abaixo está a compilação feita por Gilbert Ross, das 12 principais coisas que sempre esquecemos, e na verdade precisamos nos lembrar todos os dias para conseguirmos escapar desta realidade de consumismo inconsciente  e desta mentalidade materialista a qual somos estimulados diariamente:

1. Esquecemos nosso lugar no mundo natural

Nas últimas centenas de anos, nos distanciamos da natureza. Nós exploramos, escavamos, consumimos e tentamos controlar a natureza à nosso bel prazer. Tentamos nos distanciar do ciclo natural da vida Esquecemos como escutar e entender os ciclos e ritmos naturais da nossa terra – e seus sinais e linguagens. Esquecemos de como trilhar o caminho da natureza e como viver em equilíbrio com ele.

2. Esquecemos nossa conexão com a vida e o cosmos

Pelo fato de nos desvincularmos da natureza, nos esquecemos de como estamos profundamente conectados à ela e aos ciclos do universo. Algumas tribos nas margens da “civilização”, e que ainda seguem métodos ancestrais de fazerem algumas coisas, conservaram esta conexão com respeito e reverência. Nós, por outro lado, incitamos um senso de separação que nos levou à uma total falta de balanço. Nos esquecemos de como todas as consciências estão interconectadas e tecidas em uma delicada e linda dança.

3. Esquecemos nossa sabedoria ancestral

Na busca de obter conhecimento científico através da racionalidade de nossas mentes, esquecemos do conhecimento obtido através da intuição e do coração. Esquecemos as estórias de nossos ancestrais e as crendices populares, muitas vezes baseadas em experiências de nossos antepassados, e entregues de geração à geração, originadas nos sábios homens que viviam em harmonia com o universo e a natureza.

4. Esquecemos nosso caminho e nossos sonhos

Navegando no sentido contrário do nosso caminho interior e individual, esquecemos de sonhar o sonho da vida. Mais importante, esquecemos como acordar naquele sonho e ver nossa verdadeira natureza como co-criadores da vida – como os sonhadores. Esquecemos que temos o poder de tecer sonhos, e de usar o nosso poder da palavra e da intenção, e direcionarmos nossos sonhos para a manifestação.

5. Esquecemos nosso propósito

Com tantas conversas paralelas, barulhos e distrações nesta densa realidade que vivemos hoje, esquecemos o que viemos fazer aqui. Esquecemos nosso propósito. Nós fomos pegos pela transe em massa fabricada pela realidade consensual. Perdemos de vista nossa autenticidade, aquela faísca interna que nos dirige na direção da nossa felicidade e auto-realização. Esquecemos que  somos seres espirituais personificados em corpos físicos dentro de um universo maravilhoso e infinito.

6. Nós esquecemos que tudo é Amor

Este talvez seja o maior mistério de todos, que somente alguns visionários vieram a entender como a verdade suprema. Esta verdade, no entanto, está escondida nas profundezas de cada um de nós. Nós a sabíamos em algum ponto, mas a perdemos de vista dentro de nós mesmos. Esquecemos que tudo é, em ultima instância, energia e consciência, e que o amor é o tecido fundamental da existência que percorre por toda energia e consciência.

7. Esquecemos de Perdoar

Por sermos feitos para acreditar que somos totalmente separados e desconectados de cada um e de tudo, esquecemos como perdoar. No sentido mais profundo da palavra, perdão é o ato de lembrar você mesmo que somos todos um e somos tudo, e que não existe vítima ou perpetrador. Somos apenas todos nós juntos, caminhando de mãos dadas no véu dinâmico que chamamos de vida.

8. Esquecemos de ser Livres

Lembre-se todos os dias: Você foi feito para ser livre.

Nascemos e crescemos em uma “realidade” onde a liberdade é apenas um conceito. Nós estamos fadados aos grilhões do medo, equívocos, falsas ideologias, recompensas materiais, e somos reféns de regras e leis feitas para assegurar o interesse e o bem de alguns. Nós fomos educados para esquecer que somos livres agentes da mudança. Nós fomos feitos para sermos livres, e nessa liberdade sermos quem somos, sem medo ou culpa.

9. Esquecemos nosso real poder

Viver no medo nos fez esquecer como realmente somos poderosos. Esquecemos o poder real de nossas intenções e vontades, e como elas podem de fato mudar nossa realidade. Estamos como sonâmbulos em um transe, seguindo os sinais pré-determinados como autômatos.

10. Esquecemos nossas lições históricas

Se existe algo que a história nos ensinou é quão rápido estamos esquecendo nossas lições. Passa ano, sai ano, continuamos repetindo os mesmos erros, presos nos mesmos padrões de ganância e auto-destruição. Não podemos ser culpados individualmente pelos erros cometidos pela humanidade no passado, mas somos sim responsáveis como indivíduos a lembrar todos ao nosso redor e a nós mesmos dos erros do passado.

11. Esquecemos como ser simples:

A vida humana se tornou muito mais complexa e complicada. Somos seduzidos pelo brilho do mais, e não pelo poder do menos. Esquecemos como ser simples, e o real significado da simplicidade. A vida é realmente simples. Simplicidade significa descartar tudo que não é essencial e tumultua nossas ideias em relação ao nosso propósito de vida e outras verdades que esquecemos.

12. Esquecemos de confiar, acreditar e admirar

Perdemos o nosso encantamento com o mundo. Esquecemos de como é ficarmos admirados com o milagre da vida. Não nos levantamos mais em reverência à majestade de tudo isso. Nosso ceticismo e visão cínica do mundo nos fez perder a confiança em nós mesmos e na mágica de todo o universo. Esquecemos como é que se acredita. Isso talvez, seja a maior tragédia de todas. Enfraqueceu nosso espírito e empobreceu nossas almas.

Texto Original em inglês: The 12 biggest life secrets forgotten by mankind

Tradução e adaptação feitas por mim.

58
Gostar

Bizarrices pertubadoras

 
 

A raça humana sempre teve um quê para a doidera. Já se expressava Salvador Dalí com seu surrealismo incomum em épocas áureas, e diversos artistas do mesmo movimento. (Abaixo, sua obra intitulada “Sono”.)

Salvador Dali_ Sleep

Hoje com a tecnologia, as pessoas possuem maneiras muito mais acessíveis para expressar suas loucuras. Nesse mundão da internet a gente às vezes se depara com umas coisas muito bizarras e perturbadoras, mas que temos que assistir até o fim pra ver se vai ser tão esquisito quanto a gente pensa. Aqui eu fiz uma seleção de coisas que alguns de vocês podem nunca ter visto, ou já terem visto milhares de vezes, mas que quando eu assisti, fiquei perturbada e achei bem bizarro!

Teddy has an operation. (Teddy sofre uma operação)

Esse vídeo deu o que falar, e temos inclusive muitos vídeos de youtubbers famosos mostrando suas reações ao assistir esse vídeo. Não dá pra explicar, você tem que assistir, mas pelo título você já tem uma ideia do que se trata: Uma operação em um ursinho de pelúcia.

Don’t Hug me I’m Scared. (Não me abrace, estou assustado)

De uma produtora de designers (http://beckyandjoes.com/), temos 04 videos dessa série, até o momento. O que mais me perturbou, foi o primeiro filme da “série”. Quando eu terminei de assistir eu pensei: MANO, QUE PORRA É ESSA?! Se você entrar no canal do Youtube deles, tem os 04 vídeos e mais uns 2 de quebra. Mas você tem que assistir até o final para ficar perplexo da mesma maneira que eu fiquei.

HAND THING. (A coisa da mão)

Estou sem palavras.

TRICORN: Lord of Fate (TRICORN: O senhor do destino)

Na verdade no canal do youtube desses caras (FilmCow) você encontra vários curtas em formato de desenho esquisitinhos, mas elegi Tricorn o melhor para mostrar para vocês!

Shark Town. (Cidade dos Tubarões)

Um cara vai parar num planeta onde os tubarões saíram da água pois eles se cansaram daquela coisa salgada. Super Hit. No canal dele tem várias bizarrices também.

Take the Human Test. (Faça o teste de humanos).

Esse é um dos mais antigos e clássicos, mas não me canso. Basicamente é uma série de 3 vídeos com perguntas para você fazer a si mesmo e validar se você é humano!

E para encerrar, temos um vídeo bem legal desse cara que explica porque achamos algumas coisas mais bizarras que outras. Achei bem interessante!

Bom gente, é isso. Se você quer ver mais bizarrices é só ir no youtube e ir em vídeos relacionados à esses que eu recomendei aqui para vocês.

Se você souber de algum outro vídeo bizarro que eu não coloquei aqui, me manda!

35
Gostar

Exercício Mental: Agradecer todos os dias por 5 coisas na sua vida!

 
 
 

Saúde não é somente física, não é mesmo? Precisamos também exercitar a nossa mente para sermos saudáveis. Resolvi então fazer um desafio comigo mesma a partir de hoje, de autoconhecimento e positividade.

THANKYOU

 

Por 1 semana completa, de domingo a domingo, tenho que agradecer mentalmente 05 coisas que aconteceram naquele dia ou da minha vida em geral. Durante estes 07 dias, não posso repetir nenhum dos 05 agradecimentos dos dias anteriores.

E aí, vocês acham que eu consigo fazer esse desafio? Topam fazer também? Vou tentar anotar os 05 agradecimentos de cada dia e colocar aqui para vocês no domingo que vem, para ver como eu me saí nessa!

Se vocês também fizerem, me contem como foi!

39
Gostar

7 filmes que eu paro tudo para assistir!

 
 
 

filmes_Paro_assisto

 

Não sei se vocês são como eu, mas existem alguns filmes, que não importa o que eu estiver fazendo, se estou zapeando pela TV, ou estou em algum lugar que alguém está zapeando, e algum desses filmes aparece na telinha, eu preciso parar e assistir até acabar!

Até hoje não consegui entender de onde surge essa necessidade de assistir o mesmo filme por 54345678 vezes. A minha lista tem filmes bons, filmes mais ou menos, e filmes bem ruins, mas são filmes que, o mundo pode “cair” ao meu redor, que eu vou estar ali, sentadinha assistindo ele pela milésima vez.

E sempre tem um infeliz que passa e diz “Nossa, tá assistindo isso de novo?!”. E sim, estou sim!! Vocês também tem filmes assim? Que sem explicação, não importa o que acontecer, vocês querem assistir toda vez que estiver passando na TV? Bom, espero que eu não esteja sozinha nessa loucura! Segue abaixo a listinha dos meus 7 principais filmes em que isso acontece!

  1. E.T. – O Extraterrestreet-o-extraterrestre-official-poster-banner-promo-19julho2013-01
    Minha história com esse filme é antiga! Assisti pela primeira vez o filme quando eu tinha 2 anos de idade, e era uma versão legendada. Mesmo em entender nada, assisti o filme todinha quietinha, e segundo minha mãe, chorei horrores. Comprei o Blu-Ray do filme, e sempre recomendo para todo mundo que ainda não assistiu! Como boa viciadinha em ficção científica, tinha que ter um alien como número 1 né?
  2. História sem Fimhistoriasemfim Esse é outro filme que marcou demais minha infância. Assisti tantas vezes quando era criança, que acho que por isso que tenho o costume de assistir de novo toda vez que vejo passando, acaba me trazendo lembranças muitos vivas dos momentos que eu assistia quando era criança. Independente disso, foi o filme que me fez acreditar que magia existia de verdade na minha pré-adolescência, e me fez adorar ler. Até hoje morro de vontade de voar pendurada no Falcor.
  3. Da Magia À Seduçãodamagia a seducao A Sandra Bullock sempre foi minha ídola! Acho que esse foi o primeiro filme que assisti e me apaixonei por ela! A história é uma graça, e, o que dizer? Adoro assisti-la novamente, sempre que possível!
  4. Star Wars Episódio VI – O Retorno do JedistarwarsVI Quem me conhece sabe que eu amo de paixão os Ewoks. Para mim, o melhor filme do mundo é o Caravana da Coragem, que conta exclusivamente a história dos Ewoks, mas ele raramente passa na TV. Então, sempre que passa esse episódio do Star Wars, que é o que possui a Batalha de Endor, onde os Ewoks aparecem, lá estou eu assistindo.
  5. Mensagem para vocêmeg-ryan-youve-got-mail
    Sou muito fã dessa época da Meg Ryan. Para mim uma das melhores cenas de todos os tempos é  ela toda gripada, com o nariz super vermelho e a casa extremamente bagunçada recebendo o Tom Hanks, seu então paquera. O filme também fala sobre a competitividade profissional dos dois, e é muito bacana! Até hoje não entendo como não fez mais sucesso, e toda vez paro para assistir de novo, e me pergunto mais uma vez essa mesma coisa.
  6. Instrumentos Mortaisfilmes_2970_aMortal-Instruments_510x380 Esse filme me fez querer procurar o livro, que me levou à Cassandra Clare e ao incrível mundo dos Shadowhunters. Li toda a saga de instrumentos mortais, e confesso que estou com um pouco de dificuldade de ler a saga do Anjo Mecânico, mas juro que estou tentando. Fiquei muito chateada quando soube que não ia ter mas filmes, e que eles estão tentando fazer com que a história vire uma série de TV. Eu não acho que mais ninguém na vida vai conseguir interpretar a Clary que nem a Lilly Collins, então já estou decepcionada de antemão. Mas com certeza eu vou assistir né?
  7. A Saga Crepúsculo (Guilty Pleasure!)trechotwilight1Olha, existem muitos outros filmes que eu poderia colocar aqui que eu paro para assistir, mas como é tudo velharia, e as velharias já foram a maior parte dessa lista, resolvi dedicar esse último lugar à Saga Crepúsculo. Os filmes são ruins, os atores são ruins, mas gente, li todos os livros com tanto amor e agonia, que peguei um carinho especial. Eu adoro esse tipo de romance lúdico bobinho, que envolve criaturas que não existem, um amor impossível, e que você sabe que vai dar tudo certo no final! Então, não podia mentir: Toda vez que tá passando na TV, eu não mudo de canal, e assisto todinho até o fim!

Gente, vou confessar que escolher somente 7 filmes foi muito difícil, pois descobri que eu faço isso com muitos filmes! Mas juro que estou sendo totalmente sincera com esses 7 que escolhi! E vocês, também têm essa loucura? Deixa aqui em baixo nos comentários os filmes que vocês também adoram assistir de novo para eu saber que não sou doida sozinha!

76
Gostar

O questionário de Proust & minhas respostas

 
 
 

O questionário de Proust, famoso por ter uma versão editada em livro e respondida por diversas celebridades (Beth Midler, David Bowie, entre outros), na verdade surgiu no ano de 1880, como uma “enquete da época” de sua amiga Antoinette, então filha do presidente francês. Proust criou um manuscrito, descoberto apenas muitos anos depois, em 1924, com as suas respostas dessa enquete. Foi assim que um apresentador da televisão francesa, chamado Bernard Pivot tornou suas entrevistas mais interessantes, pois resolveu usar o questionário com seus convidados, entre os anos 70 e 80. Em 1993, a revista Vanity Fair resolveu incrementar a última página de cada edição de sua revista, colocando o questionário respondido por uma celebridade diferente, o que gerou o livro citado acima. Uma versão de 3 páginas em PDF do livro pode ser encontrada aqui para você dar uma espiada.

ProustQuestionaire

Hoje em dia as perguntas do questionário são muito utilizadas por escritores. Quando querem garantir que o personagem que estão criando seja uma “pessoa real”, fazem as perguntas do questionário para o personagem, e se ele conseguir responder à todas, o escritor tem a indicação de que está no caminho certo da criação de um personagem real para sua estória.

De qualquer maneira, achei as perguntas interessantes, e quis eu mesma responder! Então chega de papo e vamos lá!

Procurei na internet as perguntas do questionário em Português, que são um total de 35, mas não sei porque, todos os sites que achei, tinham somente 29 perguntas traduzidas. Vou deixar abaixo as 35 perguntas tanto em português, que eu mesma traduzi, assim como as em inglês, caso você mesmo queira traduzir.

OquestionariodeProust

 

  1. Qual é a sua ideia de felicidade perfeita?A minha ideia de felicidade perfeita seria que todos os países do mundo fossem iguais a Suíça, ou um desses melhores países de se viver. Sem discriminações, assassinatos, genocídios, politicagem, corrupção, e por aí vai. Piegas, mas é verdade.
  2. Qual o seu maior medo?Uma outra guerra mundial.
  3. Qual a característica que você menos gosta em si mesmo?Ás vezes sou arrogante. Irrito-me quando preciso explicar diversas vezes a mesma coisa, e tenho essa tendência de perder a paciência por causa disso, me fazendo parecer arrogante.
  4. Qual a característica que você menos gosta nos outros?A inveja. Poucas pessoas sabem o que você passou, a sua jornada, mas muita gente sente inveja de onde você está.
  5. Qual a pessoa que hoje está viva e que você mais admira?Minha mãe.
  6. Qual a sua maior extravagância?Ah com certeza com comida. Pago o que for para comer bem, e o que estiver com vontade.
  7. Qual o seu atual estado de espírito?Calma. Com preguiça, talvez.
  8. Qual você considera a virtude mais superestimada?A Honestidade. Se você quer ser mentiroso, é um problema seu. Mas saiba lidar com as consequências.
  9. Em quais ocasiões você mente? Me pego mentindo várias vezes nas respostas de perguntas como: “Gostou dessa comida?”.
  10. O que você menos gosta na sua aparência?Minhas orelhas, elas são de abano.
  11. Qual a pessoa que hoje está viva e que você mais despreza?Todas aquelas que desejam o mal de alguém.
  12. Qual a qualidade que você mais gosta em um homem?O bom humor.
  13. Qual a qualidade que você mais gosta em uma mulher?O bom humor.
  14. Quais frases ou palavras você usa excessivamente?Mano, Meu, Caramba.
  15. O que ou quem é o grande amor da sua vida?A natureza. A cada lugar que conheço, fico mais e mais sem fôlego.
  16. Quando e onde você foi mais feliz? Quando toda sexta feira na minha casa fazíamos um jantar para os amigos. Cada semana um cozinhava.
  17. Que talento você gostaria de ter?Teletransporte.
  18. Se você pudesse mudar uma coisa em você mesmo, o que seria?Telepatia, definitivamente queria mudar isso em mim. Como assim eu não tenho isso de nascença? [inconformada]
  19. O que você considera como sua maior realização?Ter parado de fumar.  O primeiro post desse blog eu falo sobre isso com mais detalhes, e o que significou para mim.
  20. Se você morresse e pudesse voltar como uma pessoa ou uma coisa, o que / quem seria?Seria o Grand Canyon. Ou o Himalaya. Não sei, tô na dúvida.
  21. Onde você gostaria de morar?Em um lugar que eu pudesse sempre ver montanhas ao fundo, ter um quintal com um jardim grande e pudesse ter uma horta. Que nevasse no inverno, e que fizesse bastante calor no verão para podermos brincar com água gelada. Que não fosse longe de tudo, mas que tivesse silêncio à noite para conseguirmos dormir em paz.
  22. O que você possui que te é mais precioso?Meus amores.
  23. O que você considera como a mais baixa profundidade da miséria?A perda da esperança. Sem esperança não somos nada.
  24. Qual é a sua profissão favorita?Todas aquelas que ajudam os outros de alguma forma. Seja através do entretenimento, da saúde física, mental, etc.
  25. Qual é a sua característica mais marcante?Tenho uma mancha de nascença no pescoço no formato de um coração. Muita gente quando repara me fala “Ei, seu pescoço tá sujo.”
  26. O que você valoriza nos seus amigos?O companheirismo.
  27. Quem são seus escritores favoritos?Ainda não li todos os escritores que eu queria para poder responder isso, então estaria sendo injusta.
  28. Quem é seu herói na ficção?Guido, O pai do menino do filme “A vida é Bela”.
  29. Com qual figura histórica você mais se identifica?Dinossauros.
  30. Quem são seus heróis da vida real?Todos aqueles que batalham todos os dias pelos seus sonhos, e não deixam a negatividade os fazerem desistir.
  31. Quais são seus nomes favoritos?O nome que eu vou dar para meus filhos: Alice e Nicolas.
  32. O que é que você menos gosta?Falsidade, negatividade, politicagem e tudo que deriva dessas coisas.
  33. Qual o seu grande arrependimento?Não ter tantos amigos.
  34. Como você gostaria de morrer?Sem dor.
  35. Qual o seu lema?Seja sempre positivo, e veja o lado bom e os aprendizados que você pode ter com todas as situações que vive.

Abaixo estão as questões originais em inglês, para quem quiser. Se você responder também no seu blog, em vídeo, ou até mesmo na sua página no facebook, deixa o link aqui nos comentários pois eu vou adorar ler outras respostas para essas perguntas!

Proust’s Questionnaire

  1. What is your idea of perfect happiness?
  2. What is your greatest fear?
  3. What is the trait you most deplore in yourself?
  4. What is the trait you most deplore in others?
  5. Which living person do you most admire?
  6. What is your greatest extravagance?
  7. What is your current state of mind?
  8. What do you consider the most overrated virtue?
  9. On what occasion do you lie?
  10. What do you most dislike about your appearance?
  11. Which living person do you most despise?
  12. What is the quality you most like in a man?
  13. What is the quality you most like in a woman?
  14. Which words or phrases do you most overuse?
  15. What or who is the greatest love of your life?
  16. When and where were you happiest?
  17. Which talent would you most like to have?
  18. If you could change one thing about yourself, what would it be?
  19. What do you consider your greatest achievement?
  20. If you were to die and come back as a person or a thing, what would it be?
  21. Where would you most like to live?
  22. What is your most treasured possession?
  23. What do you regard as the lowest depth of misery?
  24. What is your favorite occupation?
  25. What is your most marked characteristic?
  26. What do you most value in your friends?
  27. Who are your favorite writers?
  28. Who is your hero of fiction?
  29. Which historical figure do you most identify with?
  30. Who are your heroes in real life?
  31. What are your favorite names?
  32. What is it that you most dislike?
  33. What is your greatest regret?
  34. How would you like to die?
  35. What is your motto?
47
Gostar